Gato no Divã: Terapia de Casal Gato-Dona

Semana passada, levei meu gato ao médico. Um psiquiatra. Meu gato, Günter, e eu havíamos finalmente entrado em um acordo: precisávamos de uma terapia de casal gato-dona para o bem de ambos. Rompi o silêncio:

– Eu te amo, mas você lambeu minha manga – declarei assertivamente, antes de começar a pensar se seria julgada por colocar amor e mangas em aparente paralelo.

– Nem estava assim tão boa…  – respondeu Günter, um gato de coração capricorniano, nome alemão e surpreendentemente mal-humorado.

– Eu sei! – disse irritada, olhando, na sequência, para o médico – esse desgraçado arruinou minha sobremesa e no final da história nem a comeu! – olhando para o gato – Por que você lambe coisas que não vai comer?

– E como é que eu vou saber que não vou comer antes de lamber, gênia.

– Vê? Está vendo o tipo de coisa que eu tenho de aturar, doutor? Ele tem essa carinha fofinha aí, mas à noite, quando ninguém está olhando, pisoteia os meus peitos! Eu mal consigo respirar e dói que nem o diabo!

Felinos têm autoestima:

– Se você não aprecia a minha companhia, eu posso muito bem ir dormir na vizinha. Os peitos dela são maiores, aliás.

– Você não tem vergonha na cara, não?

– Falando em cara, essa torre de Pisa de nariz à sua disposição aí e, no entanto, você está sempre comendo frango estragado. Você poderia aprender um pouco comigo.

– Não estava estragado. Você que é fresco.

– Ué, você não viu no noticiário? Tudo podre. Eu te falei! Você deveria ter confiado em mim. Eu te disse que meu nariz era mais confiável do que aprovação da Anvisa. Mas nãooo… você não ouve. Ela nunca ouve, doutor. Eu tenho de miar até perder o fôlego para conseguir acordá-la.

– Bem, sobre o frango você tem razão, eu lhe deveria ter dado ouvidos. Agora, quanto a miar….

– É isso aí, deveria mesmo! E você precisava ter visto, doutor – disse o felino chucrute, começando a rir – ela estava se sentindo muito inteligente comendo papelão misturado com frango estragado.

– Ainda é melhor do que a porcaria da tua ração.

– Quem compra “a porcaria da minha ração”?

–  ….

– Desculpa, não ouvi.

– Eu.

– Ahá…..

– Mas você deveria parar de ficar miando sem motivo!

– Eu estava com fome.

– Não, não estava.

– Eu queria companhia.

– Não, não queria.

– Bom, então eu estava cantando, ok? Gato não pode mais cantar agora? Eu, hein.

– Às 6 horas da manhã?!

– Ah. Isso foi vingança. Você acha que eu não percebo que em vez de colocar ração nova você só mexe o pote? Você não vale uma pinga.

– Eu? Seu conceito de felicidade é uma sala cheia de caixas de papelão! Para não dizer que eu fiz uma caminha toda no capricho para você, e você prefere dormir embaixo da pia!

– Teu marido dormiu ontem abraçando a privada.

– Você é bem atrevidinho para um gato sem culhões.

– E quem mesmo é responsável por isso?

– ….

– Desculpa, não ouvi.

– Eu, ok? Mas foi para o seu próprio bem.

– Ah, claro que foi. Nós sempre mutilamos a genitália das pessoas que gostamos. Não é de se admirar que você seja tão popular. (…) Eu nunca serei pai, sabe. Para não mencionar “adeus, sexo”.  Todos os gatos da vizinhança têm culhões. Como você acha que eu me sinto quando eles desfilam todos exibidos na minha frente? Roubar um peixe aqui, urinar nas suas camélias importadas ali. Que diversão me resta? Você já parou para pensar nisso?

– Vendo por esse lado, confesso que foi sim um pouco cruel da minha parte. Peço desculpas. Ai, querido! Eu odeio brigar com você. Você pode ficar com o meu peixe no jantar hoje, tá?

– Ai, eu também odeio brigar com você! Você é a melhor dona do mundo! (…) Posso dormir em cima da TV?

– Pára enquanto você está ganhando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s